05 abril 2009

Escrevo pouco porque vivo muito

Saias de sabão, Verdoejo







4 comentários:

Paulo Pimenta disse...

E o viver é o mais importante,gosto da tua rebeldia pura nos teus trabalhos,parabens por mais um bom trabalho

ginha no país das maravilhas disse...

Não é fácil fazer fotos desta natureza. Se não soubesse por onde andaste este fim de semana, perguntar-te-ia como captaste tamanha movimentação e estranho cenário. Escolhes sempre as mais intrigantes...humm

ginha no país das maravilhas disse...

E gosto do título, claro. Escrever é uma trabalheira, mas tenho a mania de querer arquivar aquilo que me mexe através de palavras...(além disso, não tenho ainda uma "Nicas" para tirar fotos)

Geor Terroso disse...

Olá, Tato. Passei por aqui e gostei muito desta série em fuga. E das outras também.